sexta-feira, 9 de abril de 2010

Fernando Pessoa e o Lixão do “Morro do Bumba”: O “lixo”que corre na minha aldeia… *

Olá a todos !! Darei uma excepcional pausa no prometido conjunto de post sobre Resíduos Eletrônicos para postar um texto que fiz sobre o lamentável acidente ocorrido no Morro do Bumba no Rio de Janeiro... Em breve, irei postar o primeiro texto, conforme prometido. Até Breve !!


O Estado do Rio de Janeiro é mais belo do que aquele lixo que correu no desabamento no Morro do Bumba, em Niterói/RJ.

Uma tragédia anunciada; Uma tragédia com muitos culpados; Uma tragédia para expor as feridas e ineficiência da gestão brasileira de resíduos.

Porque, no fundo, sempre acreditamos que o nosso problema com o lixo doméstico se encerra com a sua deposição fora das nossas portas de casa, para, na calada da noite, um grupo de garis-mágicos, fazer desaparecer aqueles restos de coisas rejeitadas que queremos manter fora do alcance dos nossos olhos e nossos corações.

Uma pena que procuremos os culpados somente entre aqueles que governam o nosso país, o nosso Estado, o nosso município.

Não se trata de expiar a culpa legal daqueles que, por lei, deveriam impedir a construção de casas na região do antigo lixão. Tampouco eximir de apurar a culpabilidade daqueles que deveriam impedir a própria existência do lixão em cima daquele morro, contrariando as mais comezinhas normas de construção dessas infraestruturas de gestão de resíduos. O que deve ser levado em consideração é que aquilo tudo existia há mais de 50 anos e nada foi feito.

Afinal, toda aquela gente e todo aquele lixo estavam longe dos nossos olhos e nossos corações. O que, ao fim e ao cabo, se revela uma receita infalível para omissão pública, seja da sociedade civil organizada, seja dos gestores públicos.

É muito pouco colocar a culpa na ausência de uma Legislação Federal de gestão de resíduos. Não é pela falta de aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (que se arrasta a 19 anos no Congresso, nunca é demais lembrar) que seria evitada essa tragédia. O Estado do Rio de Janeiro já possui, desde 2003, uma lei estadual que regula esse setor (lei estadual n 4191/2003) no entanto o desmoronamento ocorreu mesmo assim.

Mais uma vez, procuramos soluções mágicas para o problema da gestão dos resíduos. Assim como esperamos que toda noite que os garis-mágicos recolham nosso lixo doméstico, esperamos que os parlamentares-mágicos façam leis que impeçam tragédias como a do Morro do Bumba.

Procuramos soluções mágicas para problemas concretos e que, na verdade, necessitam de um mínimo de reflexão e, sobretudo, trabalho de todos nós (sociedade civil organizada; sociedade civil “desorganizada”; gestores públicos; setor empresarial; cidadãos; acadêmicos; etc).

O Rio de Janeiro, com certeza, é mais belo que o lixo que correu pelo morro do Bumba...

Mas, ninguém nunca pensou no que há para além do lixão do morro do Bumba. O lixo do Morro do Bumba – porque longe dos nossos olhos e nossos corações – não nos faz pensar em nada. Aqueles homens que estão ao pé do lixão do morro do Bumba continuam só... e continuarão, ainda, ao pé do lixão (se nada fizermos).

* Em referencia ao poema de Fernando Pessoa, “O Tejo é mais belo”

4 comentários:

  1. Diogo boa noite preciso fazer um Tcc sobre lixo Tecnológico onde a minha parte consiste na parte jurídica de uma Ong que faz o intercâmbio entre as empresas que produzem lixo tecnológico e as que reciclam preciso de informações sobre os contratos.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Parabéns pelo blog! Nós identificamos sua ótima iniciativa on-line e pensamos em compartilhar com você nossa nova série de animação que fala sobre assuntos que são de nosso interesse, dos seus leitores e deveriam ser de toda a sociedade: consumo consciente e sustentabilidade. A série de 10 episódios é “Consciente Coletivo” e estreou dia 8 de setembro. Os 5 primeiros programas estão disponíveis no nosso site (www.futura.org.br/conscientecoletivo). Também preparamos alguns conteúdos extras como papéis de parede pro computador, avatares, assinaturas de email e twibbon para quem quiser mergulhar na campanha. Confira lá e fique à vontade para divulgar. A ideia é formar um grande “consciente coletivo” pelo meio ambiente na internet! Grande abraço! Leonardo Machado, Coordenador de Novas Mídias do Canal Futura

    ResponderExcluir
  3. O problema com o lixo deve ser resolvido em casa, mas primeiramente necessitamos gerar consciência e informar as pessoas sobre isso.

    ótimo post diogo.

    Connvido-o para passar em nosso blog e deixar sua opinião www.drywash.com.br/blog.



    DryWash

    ResponderExcluir
  4. https://www.aqualissolucoes.com.br/
    higienização de qualidade, Automotiva, Lavanderia, Indústria de Bebidas e Água Mineral,
    Cozinha Industrial, Laticínios, Frigoríficos, Ordenha, Usinas, Indústria de Alimentos

    ResponderExcluir